História da Marca Chanel

Gabrielle Bonheur Chanel, Mademoiselle Chanel ou apenas Coco. A estilista francesa mais famosa do mundo é um ícone do mundo da moda. Quer saber a razão? Ela revolucionou a maneira como as mulheres se vestiam na época, nos libertou dos corpetes e das saias bufantes. Toda vez que você vestir uma calça, lembre-se: isso não seria possível sem Gabrielle. Conheça agora a história da marca Chanel.

Gabrielle nasceu em Saumur, na França. Era filha de uma lavadeira e de um vendedor. Perdeu sua mãe muito cedo e, quando completou 18 anos, foi morar em uma pensão em Moulins. Lá, reencontra uma parente da mesma idade e ambas decidiram aperfeiçoar suas técnicas de costura para tentar levar uma vida melhor. Esse foi o início da jornada de Chanel.

Começa a história da marca Chanel

Sua ideia deu certo e Gabrielle foi contratada em uma confecção de enxovais. Para complementar sua renda, costumava cantar em um cabaré. Foi então que passou a ser conhecida como Coco, devido a sua performance da música “Qui qu’a vu Coco”.

Em determinado momento Coco se envolveu com um oficial da cavalaria francesa, Etienne Balsan. Ele era herdeiro de uma enorme produtora de tecidos, um milionário. O homem ajudou a inseri-la na alta sociedade parisiense, o primeiro passo rumo ao sucesso estrondoso que estava por vir.

Sua amizade com Balsan levou Coco Chanel a conhecer Arthur Capel, um milionário inglês e — dizem os boatos — o grande amor de sua vida. Foi este homem que a ajudou a abrir sua primeira loja, onde comercializava chapéus. Sua boutique passou a fazer sucesso e chamar a atenção da alta sociedade. Foi neste momento que Chanel passou a aparecer nas revistas de moda.

A grande virada

Sua história com Capel termina tragicamente. O suposto grande amor de Coco faleceu em um acidente de trânsito, e essa foi a grande virada na história da marca Chanel. O desgosto desse acontecimento foi o que inspirou a estilista a expandir a gama de sua loja de chapéus para outras peças de roupa. Abriu, então, sua primeira casa de costura em Paris.

Seus cortes simples, linhas retas e mistura de estilos masculinos com femininos encantaram as mulheres da sociedade. Antes da Primeira Guerra, Coco já contava com duas boutiques onde comercializava peças para andar à cavalo, ir à praia e modelos desportivos e confortáveis. Malhas, tricôs e roupas inspiradas nas roupas de marinheiros faziam parte das novas produções.

Antes dos anos 1920 suas lojas já eram famosas e suas peças cobiçadas na França. Em 1918 abriu sua primeira loja de alta costura, no número 31 da Rue Cambon, onde a Maison Chanel se mantém até os dias de hoje. A partir daí, apenas o auge de sua carreira. Em 1921 lançou o Chanel n. 5, passou a vestir atrizes de hollywood, mas sempre pensando em maneiras de fazer as mulheres se sentirem livres e poderosas.

Coco Chanel faleceu em 1971, com 88 anos de vida, no Hôtel Ritz Paris, onde viveu por um longo período. Hoje, Karl Lagerfeld está à frente da diretoria criativa da marca, sendo capaz de manter com excelência a essência e o glamour de Coco Chanel até os dias de hoje.

Para adquirir autênticas peças Chanel, acesse Pretty New, o nosso e-commerce de second-hand luxury.

FacebookTwitterGoogle+

Comentários